Banner

BRITISH YOUTH Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut Compartilhe no Twitter

30/12/2008 ás 18:17h

Por: Gabriela Pegurier

BRITISH YOUTH

A super smart Dazed & Confused de janeiro 2009 já chegou às bancas ditando algumas tendências que prometem pairar na cena fashionista mundo a fora no ano que vem chegando.  A edição está recheada de várias matérias bem bacanas, mas chama atenção principalmente pela capa e pelo editorial assinados pelo “oni-talentoso” Hedi Slimane.

Desde quando se desligou da Dior em 2007, o ex-estilista da maison francesa vem espalhando seu  senso estético impecável numa penca de outras manifestações artísticas que vão do design, passam pela arquitetura até chegarem na fotografia. Colaborador antigo da Dazed & Confused, dessa vez ele arrebanhou teenagers de todas as partes de Londres que chamaram a atenção dele e do editor, Nicola Formichetti, por demonstrarem um estilo único, marcante e representativo da juventude britânica contemporânea.

O editorial de moda é complementado por uma matéria escrita - de próprio punho - pelos 30 jovens clicados. Depois de ler os relatos da turma descolex londrina, vale se jogar no universo preto e branco do fotógrafo! E, quem quiser mergulhar mais fundo ainda no trabalho de Hedi Slimane, basta percorrer o seu incrível diário particular... aqui.

escrito por Gabriela Pegurier

 

(12) Comentários

 

PLAY YOUR B-SIDE! Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut Compartilhe no Twitter

22/12/2008 ás 16:32h

Por: ReverbCity

PLAY YOUR B-SIDE!

 

TODO MUNDO TEM UM B-SIDE...ENCONTRE O SEU AQUI.

Mil e uma suspresas têm aparecido por aqui ultimamente...e prometemos muuuitas outras em 2009. Por enquanto indie people, joguem-se nessa ferveção que preparamos para seu final de ano!!!

Play> it on *

Equipe Reverbcity

 

(5) Comentários

 

VIAGEM ISLANDESA Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut Compartilhe no Twitter

19/12/2008 ás 15:16h

Por: Patty Dijigov

VIAGEM ISLANDESA

Sin Fang Bous é o projeto solo de Sindri Mar Sigfusson, mais conhecido pela banda Seabear, originária das terras geladas da Islândia. Enquanto a banda prepara novo material, Sindri se dedicou a inúmeros instrumentos acústicos para compor melodias pops e sofisticadas, capazes de agradar os ouvidos mais exigentes.

"Clangour" é o nome desse maravilhoso debut, que apresenta muito em comum com Seabear (que já foi de um homem só também e hoje conta com sete em sua formação) explorando a linha do folk considerado "orgânico" - de clima bucólico extremamente agradável e melodioso, porém explorando um pouco mais as batidas: uma sutileza electronica e experimental.

Proporciona uma audição calorosa e amigável, deliciosamente pop e feliz. Confira esse já elogiado e aclamado trabalho e permita que sua psicodelia faça associações entre Animal Collective, Stereolab, Belle and Sebastian, Jens Leckman... sem medo de cruzar fronteiras entre estilos e eras musicais tão distintas. Poucas viagens a inusitados destinos se revelam tão acessíveis como esta. Aproveite!

escrito por Patty Dijigov

 


 

(5) Comentários

 

LOOK OF THE WEEK #4 Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut Compartilhe no Twitter

18/12/2008 ás 14:43h

Por: Patty Dijigov

LOOK OF THE WEEK #4

Power Dressing. Furacões apavoram em segundos. Mostram logo a que vieram...A fama se consagra e o efeito devastador será lembrado para sempre. Após duas décadas sem editar nada, mas sempre consagrada diva da música e presente nas trilhas das melhores festas, Grace Jones - agora com 60 anos - voltou ao cenário com o álbum "Hurricane". O novo material conta com participações especiais de Sly & Stone, Brian Eno e Tricky.

Dizem que a volta da musa aos estúdios se deve a uma participação no Meltdown Festival, ao lado de Jarvis Cocker.  A banda Massive Attack cuidou da curadoria de sua apresentação do novo repertório no mesmo festival, arrancando elogios da crítica e do público.

Poderossíssima aqui, Grace Jones é retratada nesse belo ensaio com Andrea Klarin, esbanjando o estilo e a ousadia que sempre a acompanham. Poses dramáticas e dominadoras dessa pantera mascarada de elegância e requinte provam que power dressing nunca sai de moda!
 

escrito por Patty Dijigov


 

(3) Comentários

 

ESPECIAL PARA VOCÊ! Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut Compartilhe no Twitter

17/12/2008 ás 16:14h

Por: ReverbCity

O Natal é seu, mas a Reverbcity que ganhou um presentão hoje! Chegou aqui ao 12:00, pontualmente... e fez a alegria do povo no office. Tanto, que quisemos compartilhar o quanto antes com o povo. Afinal de contas, o site novo, o vídeo da nossa Vintage Collection e todos detalhezinhos foram pensados, criados e executados  para você! Especialmente.

Um super final de ano e que 2009 chegue junto cheio de saúde, para que todos nós tenhamos gás de sobra para podermos correr atrás do que desejamos!

Equipe Reverbcity*
 

 


 

(9) Comentários

 

POP EXPERIMENTAL DAS GIRLS Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut Compartilhe no Twitter

12/12/2008 ás 16:25h

Por: Patty Dijigov

Parenthetical Girls, uma banda de pop experimental que caracterizou-se por sua curiosa mescla de pop music açucarada com falsetes e glamour quase kitsch, na verdade nasceu em Everett (Washington) como The Swastika Girls e acabou trocando de nome depois que mudou-se para Portland (Oregon).

Tal combinação, aliada a bem repercutidas performances ao vivo, permitiu associações à escola musical de grandes nomes como Brian Eno, Phil Spector, Tyrannosaurus rex, Dirty Projectors, Scott Walker, Philip Glass e Xiu Xiu. Formada por Zac Pennington, Rachael Jensen, Eddy Crichton e Matt Carlson, a banda conta com a participação de músicos especialmente selecionados para as turnês, entre eles Jherek Bischoff e Sam Mickens (integrante da banda The Dead Science). Parenthetical Girls tem vários EPs e três álbuns lançados, sendo o mais recente de setembro de 2008, chamado "Entanglements" e com produção assinada por Bischoff . Desse álbum, a faixa "A Song for Ellie Greenwich" apresenta similaridades inegáveis com "Close To You" (Carpenters), revelando a veia pop usada como base nas canções.

Eis aqui um belo exemplo de que eles buscam inspiração em hits quase esquecidos...Ao vivo, presenteiam a platéia com essa emocioante versão de "Maid of Orleans (The Waltz Joan Of Arc)" - clássico absoluto do O.M.D. - e gravada como b-side do 7" single "A David Horvitz Picture Disc With The Parenthetical Girls".

escrito por Patty Dijigov 


 

(7) Comentários

 

LOOK OF THE WEEK #3 Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut Compartilhe no Twitter

11/12/2008 ás 13:11h

Por: Colaborators

Eclética Noite Paulistana. Prestes a celebrar seu primeiro ano de existência, a festa "Discotexxx" já virou referência de estilo underground. Idealizada pelo fotógrafo, dj e produtor Celso Tavares, a famosa noite acontece todos os sábados no Astronete Bar em SP.

Um dos spots mais disputados no circuito Augusta-Consolação, a festa é bem fundamentada em temas new wave, punk rock, glam rock, retrô com toques atuais de modernidade. Essa temática atrai músicos, produtores de moda, estilistas e designers que esbanjam personalidade em seus looks, enquanto Celso os registra através de suas lentes ao longo da noite. O Flickr da "Discotexxx" recebe uma média de 3.800 visitas às segundas feiras, dia em que as fotos do final de semana são postadas.

Sobre os figurinos, Celso conta: "é uma mistura de estilos, mas no geral é um pessoal que saiu daquela onda meio baladinha rock convecional, ou moderninho e já está com seu estilo próprio definido...o pessoal lá não vai uniformizado, cada um vai muito na sua, mas com muita personalidade. Acho que como a maioria do público tem mais de 25 anos, eles já passaram de todos os modismos e apresentam um guarda roupa de adulto...as mulheres são mais ousadas, tem desde a menina mais retrô, até a mais moderna, tem a dark elegante, a dama da noite que encara a pista com uma taça de champanhe, tem a felina fatal, a mulher de lurex...elas são lindas, talentosas e cheias de atitude. Não é à toa que geram tantas visitas." - finaliza orgulhoso.

http://www.flickr.com/photos/discotexxx/

escrito por Patty Dijigov                                                                                          fotos Celso Tavares

 

(13) Comentários

 

BONITA CAMISA, FERNANDINHO! Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut Compartilhe no Twitter

06/12/2008 ás 12:14h

Por: Gabriela Pegurier

Tem cenas na vida da gente que merecem ser revistas. A Reverbcity serviu de figurante em uma semana passada que merecia um <<rewind básico. Aconteceu em São Paulo durante o coquetel de lançamento da exposição “Rebobine, Por Favor”, baseada no longa-metragem homônimo de Michel Gondry que entra em cartaz em breve no Brasil.

Feche os olhos e imagine o seguinte take...O protagonista da cena era o cineasta francês em pessoa e o coadjuvante era o nosso cliente super querido, Fernando. Em meio a muvuca típica de jornalistas e flashes para todo lado, não é que o fã incondicional de Michel tomado pela emoção de estar ali tête-à-tête com o ex-baterista da pop-rock band Oui Oui - mais conhecido pelo seu extraordinário trabalho no cinema (Human Nature, Eternal Sunshine in a Spotless Mind e The Science of Sleep) e pelos vídeo clipes que dirigiu para Björk e Massive Attack - se aproximou na cara dura, se apresentou e entregou-lhe um presente?

Para o espanto geral, Michel abriu o pacote ali mesmo e soltou um sonoro “Cool man, its Daft Punk!”... Oui oui indie kids, tratava-se de uma legítima Reverbcity! Agora, graças ao gesto de desapego de Fernando (a t-shirt era dele), Michel Gondry conheceu nossa marca e vai usá-la! Para nós, foi um acontecimento quase tão surreal e hilário quanto o novo filme cujo cineasta francês veio promover por aqui. Be Kind, Rewind...Imperdível!

escrito por Gabriela Pegurier                                                                   colaboração Fernando C. Pereira


 

(10) Comentários

 

PROMESSA PARA 2009 Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut Compartilhe no Twitter

05/12/2008 ás 12:14h

Por: Patty Dijigov

Hora de apostar nas novas promessas de 2009! A primeira delas vem da Escócia, com lançamento previsto para final de janeiro pela Chemikal Underground. A banda em questão é a The Phantom Band em seu debut album "Checkmate Savage". Gravado nos estúdios do Delgados (Chem 19) e Franz Ferdinand, com produção, engenharia de som e todo o entusiasmo de Paul Savage (Mogwai, Michael Middleton, Arab Strap).

O som desses novatos - que individualmente mantém projetos pararelos - promete trazer de volta o melhor crossing de Beta Band, Violent Femmes, Super Furry Animals, Nick Cave, Neu!, Beefheart e Bonnie ·Prince· Billy. Eles são chegados em bizarrices, instrumentos improvisados e insanidades. Promoviam jam sessions em estilo livre, misturando estilos de folk, pop, techno, gospel, rock, metal, pregando o terrorismo musical e zombando das bandas que odeiam. 

O curioso nome surgiu após um período de oscilação e dúvidas de como se chamariam: ora se apresentavam com The Wooden Trees, ora como Robert Redford. E é assim que os fantasmas se divertem...Booo!

http://www.myspace.com/thephantombandpage

escrito por Patty Dijigov


 

(8) Comentários

 

LOOK OF THE WEEK #2 Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut Compartilhe no Twitter

04/12/2008 ás 11:44h

Por: Patty Dijigov

(Re)birth Of Uncool. Muitos apostam que 2009 trará a volta da simplicidade na música pop - principalmente na inglesa. Algo que irá refletir nas roupas dos jovens. No underground, de alguns anos para cá, já se vem exercitando essa vontade da volta ao simples - fruto direto do indie inglês dos anos 80 nos moldes da Postcard Records, Sarah Records , Subway, Sha-la-la e 53rd & 3rd.

Depois de todos os excessos na música com a new-rave, as bandas de rock que se parecem com bandas eletrônicas e as bandas eletrônicas que se parecem com bandas de rock é um caminho quase lógico, já que a música pop vive em constantes rupturas e em um círculo vicioso de releituras.

O flúor sai e o jeitão nerd volta à moda. Cardigans de cores suaves entram com camisetas de bandas ou listradas. Vestidinhos folgados e floridos ou com cara de vestidinho da avô para as meninas.

Os primeiros sinais já são visíveis: Belle and Sebastian lançando uma compilação das BBC Sessions de sua melhor fase, bandas como as Vivian Girls tendo cada vez mais espaço e nos remetendo a bandas seminais do pop inglês oitentista como as Shop Assistants e o Crystal Stilts, que quase soa como Jesus And Mary Chain no começo de sua carreira.

Músicas mal tocadas, mas como uma paixão adolescente. E tudo isso com um "dress code" que nos diz que o passado não necessariamente morreu. Talvez apenas se adaptou aos novos tempos.

escrito por Patty Djigov

 


 

(9) Comentários

 

  • © 2008, Reverbcity. All rights reserved.
  • CNPJ: 08.345.875/0001-37
  • Insc.Est.: 90385677-70