Novas promos 2016 Novembro

Reverb Blog

SOUNDS GOOD TO ME TOO #03

Por You! Me! Dancing! | 6 comments

SOUNDS GOOD TO ME TOO #03

Antes de entrar para o Jennifer Lo-Fi, a adorável Sabine Holler já se arriscava MySpace, por volta de 2007-2008. Logo ela cativou a todos com a doce “The Bear On Its Cavern” e “Clementine”. Poucos anos depois o Jennifer Lo-Fi lançava o seu primeiro EP.

Sabine é a vocalista da banda que já conta com três extended-plays e está preparando algo maior pra esse ano (crossing fingers). O último lançamento deles foi  produzido por Chuck Hipolitho, ex-Forgotten Boys e integrante do Vespas Mandarinas.

Sabine é de uma geração mais recente, dá época em que o emo imperava. Ela não conseguiu escapar deste encosto... “Comecei a escutar musica em uma época turbulenta da minha adolescência quando tinha uns 13, 14 anos. Gostava de música triste. Eu tinha acabado de me mudar para a Itália com minha irmã mais velha e me prendi muita na música de artistas que curtem cantar sobre uma fossa. Fui descobrindo o mundo da música indo atrás de coisas que minha irmã gostava e através de muita Internet.”

Ainda bem que não era só essa vertente do rock que sabia falar sobre fossa! Com essa avidez por coisa nova, Sabine começou a ir atrás de coisas cabisbaixas, mas com um toque de poesia e classe por trás de tudo. Foi aí que encontrou o Death Cab for Cutie, Elliott Smith, Belle and Sebastian e o Jeff Buckley, sem esquecer do noise do Sonic Youth. Tudo isso naquele MP3 player bem antigão que vendia na Casas Bahia de 256 MB, segundo ela.

“Conforme meu interesse por música foi crescendo, fui conhecendo novos artistas com os quais me identificava cada vez mais. Adoro conhecer coisas novas e renovar minha playlist dos mais tocados no iTunes. Acho que me apaixono por artistas, e aqueles que me fizeram descobrir a música, são um pedacinho de mim por terem feito parte daquela época.”

Como podemos perceber pelos vídeos, melodias e letras do próprio Jennifer Lo-Fi, esse lado poético de falar tudo que pensa de maneira, talvez, bonita, não ficou pra trás no passado de Sabine – “Minhas principais influências são cantoras viscerais, como a Björk e a Elis Regina, gosto de música que coloca pra fora mesmo”. 

Como todos precisamos de renovação, não é por menos que Sabine tá sempre se atualizando: “procuro sempre ir atrás de artistas novos e meu gosto muda a cada segundo, ano passado tive uma onda de escutar música experimental screamo, como Rolo Tomassi. Agora tenho escutado muita musica eletrônica, dentro disso o brasileiro talentosissimo, Amon Tobin, tem ficado entre meus preferidos, assim como uma onda como Mount Kimbie e James Blake que têm me inspirado bastante.”

por Henrique  Amorim

Por You! Me! Dancing! | 6 comments

Olá! Você precisa estar logado para comentar. Clique aqui e faça um cadastro super rápido!

This information is off the hziool!

Você precisa estar logado para comentar.

When I read the article peltecfry IMPERFECT in this months Real Simple Magazine about Sabine Tucker I immediately thought Ive found myself ! Of all the different designers Ive followed, I have never found one that I identified with so completely. Ive always felt I had no design knowledge or talent until I saw her unique style and arrangements. I cant seem to stick with one idea or style, I like too many different ones, do Sabines style is my affirmation that whatever we love can artistically be displayed beautifully without becoming overwhelming. Would love to follow her work more closely.

Você precisa estar logado para comentar.

Eu tb não Oo

Você precisa estar logado para comentar.

é...

Você precisa estar logado para comentar.

não conhecia nada dela nem sobre ela o.o vou procurar mais...

Você precisa estar logado para comentar.

Tão no caminho

Você precisa estar logado para comentar.