Novas promos 2016 Novembro

Reverb Blog

SOUNDS GOOD TO ME TOO #09

Por You! Me! Dancing! | 8 comments

SOUNDS GOOD TO ME TOO #09

Cambriana | Não sei se você já ouviu falar na Cambriana, provavelmente já... mas caso contrário: a banda surgiu em meados de 2010, quando Luis Calil começou a traçar os primeiros esboços do que viria ser o aclamado album de estréia da banda de Goiânia, o House Of Tolerance, lançado este ano. Depois disso, chamou os amigos e tudo virou o que já conhecemos: o Cambriana, que faz um indie rock  embalado por diversas influências, que vamos ficar sabendo aqui na Sounds Good To Me Too, que convidou o carro-chefe da banda, Luis Calil, para dar umas palavrinhas:

Prestes a lançar mais um EP em Agosto, a Cambriana não para. Escute Safe Rock, quarta faixa do disco House of Tolerance

SHE’S LOST CONTROL

“Pra maioria dos músicos deve ser extremamente difícil apontar uma canção específica que foi a faísca, mas eu sei exatamente qual foi a minha: "Shes Lost Control", do Joy Division. Ouvi pela primeira vez aos 17 - também foi meu primeiro contato com Joy Division e com post-punk - fui completamente seduzido, e pensei: "Não pode ser tão simples quanto parece, pode?"

ANTES OS RIFFZINHOS SAFADOS...

“O minimalismo da composição e do arranjo - um riffzinho safado tocado no baixo e uma guitarra fazendo 5 power chords - me deram a impressão de que eu não estava ouvindo a canção, mas sim o esqueleto dela - o encanamento, a fiação, as vigas. Ela desmistificou pra mim a ideia de criar música; não era mais algo nebuloso, acessível só a gênios natos ou músicos estudando harmonias complexas. Elementos simples, combinados do jeito certo, podiam virar algo muito maior.”

“Percebi que até o meu equipamento precário (um violão empenado, um teclado de criança, e um programa de bateria eletrônica no computador) e a minha habilidade mais precária ainda (conseguia tocar Sex Pistols e Ramones, e olhe lá) naquela época poderiam ser o suficiente pra criar algo que soasse grandioso e poderoso como "Shes Lost Control". Bastava experimentar, praticar e persistir.”

... E HOJE

“Hoje em dia eu ainda gosto de Joy Division e post-punk, embora não escute mais com tanta frequência. Meus gostos andam favorecendo bandas mais musicalmente complexas que o Joy, como, Fela Kuti, Grizzly Bear, Talking Heads, e também artistas eletrônicos como Burial e James Blake. Mas a lição de "Shes Lost Control" continua valendo.”

por Henrique Amorim

Por You! Me! Dancing! | 8 comments

Olá! Você precisa estar logado para comentar. Clique aqui e faça um cadastro super rápido!

admin disse:Etiam id est ut ipsum congue emsiuod vel vitae quam. Quisque aliquet urna nec mauris gravida ullamcorper. Cras suscipit lacinia interdum. Mauris aliquet eros at enim sodales hendrerit. Sed vestibulum justo vitae enim iaculis adipiscing. Nunc leo justo, volutpat in egestas vitae, aliquam in diam. Quisque turpis tortor, tempor vel tempor mollis, sodales nec augue. Nunc eu accumsan lacus.

Você precisa estar logado para comentar.

Curti o som!

Você precisa estar logado para comentar.

Gullherme atirou no tópico errado..

Você precisa estar logado para comentar.

eu não conhecia a banda, mas só pelas palavras do Luis Calil já me deu vontade de ouvir! Rock n roll sem pretensão, com vontade e diversão tá faltando no Braseeel

Você precisa estar logado para comentar.

Um beijo pra decepção de uns e alegria de outros!

Você precisa estar logado para comentar.

^ tá perdidão o garoto ae

Você precisa estar logado para comentar.

Vou nem comentar a promessa de fazer uma do Johnny Cash ("Contagem regressiva pro Johnny Cash...").... mas tudo bem... agora fazer do Muse pela Milionésima vez... e ainda terem feito de series como Walking Dead (que eu ate gosto) e sem ter feito do Game of Thrones... admiro vocês, tanto que já comprei varias camisas, mas essas ultimas foram so decepção.

Você precisa estar logado para comentar.

na conhecia e clap clap.

Você precisa estar logado para comentar.